h1

Dia mundial do puto

Junho 1, 2005

Dedico hoje este texto ao dia das crianças, as crianças são a coisa mais importante do mundo!

Passando agora a coisas realmente interessantes, e mandando os putos pró raio que os parta e com os seus presentes do dia da criança (porque é que eu não tenho direito a prendas hoje também?), hoje começou-se bem o dia com uma bela e relaxante aula de A.M..
O professor começou por desenhar um donut integral e cortou-o em pedaços: “Okeijo, isto é o que uma família da Somália (obrigado Fb, não Fv, mas Fb mesmo, nada de confusões) faz a um donut antes de o comer, corta em fatias iguais e aproveitam a refeição.” Claro que toda a gente sabe que a realidade somaliana não é bem assim, e que isto só acontece nas famílias mais ricas, aquelas que têm uma casota de palha e um burro na garagem.

Falando em integrais (<span style=”color: rgb(255, 0, 0);”>ATENÇÃO, PIADAS COM CONTEÚDO SEXUAL NAS PRÓXIMAS LINHAS!!</span>), o prof. começou a explicar-nos os belos integrais do contorno, e integrais com buracos… ora quem estava na aula pensou em matemática, mas gente como eu tem logo ideias género: contornos + buracos = gaja. E assim faço a matemática parecer muito mais divertida e até excitante.

Exemplo:

“Ora, deixa-me cá resolver este integral de contorno… resultado 86-60-86, tem buraco… que belo integral este. Sim senhora, que belo par de primitivas.”

Claro que a melhor cena a seguir às gajas é mesmo a comida (nada de trocadilhos porcos se fazem favor… isto é um blog sério) e então o prof. desenhou um feijão integral no quadro, o que de certo modo até foi de mau gosto, porque os feijões pelo menos a mim dão-me logo a volta ao intestino grosso, que se entrelaça ao delgado e no fim… no fim sai merda. e assim se foi o meu entusiasmo pela matemática pela pia abaixo.

E hoje há uma notícia estrondosa, uma mosca andava a rodear os acetatos no retroprojector o que criava um belo espéctaculo de sombras em plena aula (sinceramente se pensaram que isto era a notícia estrondosa, get a life… ou mesmo um cão já ajuda), leiam ora pois a seguinte frase magnificamente inspirada que surgiu na sala:

“As moscas estão onde a merda está. A mosca estava no retroprojector, logo a matéria…”

Riram-se com isto?

TENHAM VERGONHA, essa frase foi feita pelo Sr. Fv e eu não achei graça nenhuma. Até tinha achado, mas ó Sr.Fv depois de dizer merda tanta vez (pronto, ok, só uma vez na frase, mas não interessa) chega-se ao fim deste raciocínio filosófico e não se diz o fim? Assim pessoas como eu que não são assim tão perspicazes quanto isso, ficam na expectativa. ESTÁ MAL! Ora pois claro que está. Portanto aqui deixo o aviso: Sr.Fv, da próxima vez que disser uma piada, explique tudinho aqui ao BinteCuatroTreisCentoZinco, porque eu sou burro e se ficam ali reticências no fim tenho pena de não perceber a piada.

P.S.: Acabei por perceber a piada depois de muito pensar, mas era escusado eu estar a queimar o cérebro, que preciso dele para mexer os dedos e para abrir latas de conserva.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: