h1

Suicídios a metro

Março 30, 2006

Hoje estava eu sentado numa carruagem do metro parada numa estação (é óbvio que estou a falar do metro de Lisboa, toda a gente sabe que no norte só existem eléctricos megalómanos) quando oiço essa tão enigmática quão informativa, e até mesmo sensual voz, a da menina dos anúncios do metro, a dizer:

“Senhores passageiros, a circulação na linha amarela está interrompida por motivos técnicos, mais informações quando houverem alterações.”

Ora, nada demais, um botão desligado ou uma pedra nos carris que impediu a circulação, pensei eu. Contudo, ainda durante o dia ouvia a menina a proferir entusiasticamente a todos os passageiros :

“Senhores passageiros, a circulação na linha verde está interrompida por motivos técnicos, mais informações quando houverem alterações.”

e ainda:

“Senhores passageiros, a circulação na linha azul está interrompida por motivos técnicos, mais informações quando houverem alterações.”

Meti os neurónios a trabalhar e pensei cá pra mim: “O que é que pode gerar o fecho de 3 linhas no mesmo dia?”

Seria um interruptor? Um pássaro? Um avião? Um homem vestido de azul a voar com as sua tanga vermelha por fora das calças? NÃO!
Ora é muito óbvio que se tratavam de suícidios! Jovens que se atiravam para as linhas, ou mesmo idosos, ou mesmo pessoas de meia-idade que fartas da vida se atiravam a um mundo melhor! (ou não… a não ser que sejam daqueles patos que acreditam que vão achar 40 virgens lá em cima)
E claro que a demora era causada pelos técnicos já habituados a estas coisas que pegam nas suas espátulas gigantes e têm de andar a retirar os restos da ex-pessoa dos carris, das paredes e do tecto. Do pára-brisas do metro não é preciso porque os condutores simplesmente ligam os limpa pára-brisas e aquilo sai tudo mais ou menos bem.

Claro que depois dumas belas espatuladas, os restos são depositados em sacos pretos e usados para fazer sabonetes, isto se os falecidos tiverem assinado os seus papéis de doação de orgãos.

Portanto já estão avisados, antes de se atirarem para a linha do metro lembrem-se que estão a sujar a farda a alguém e estão a limpar as mãos a outras pessoas.

Tiago “Também quero uma espátula :D” Nunes

P.S.: Também estão a fazer com que eu me atrase, portanto matem-se de outra maneira… Sigam o carreirinho com uma lâmina, ou comam um pequeno almoço cheio de energia, com pilhas Duracell, mas não LIXEM a vida aos outros! Lembrem-se que se acabarem mortos como papa Cérelac ninguém se vai lembrar de vocês.

One comment

  1. Hoje, 2 anos depois, aconteceu-me exactamente a mesma coisa!
    Além de ser muito menos trabalhoso prós Srs das espátulas e de nao atrasarem a cidade inteira é muito mais poético atirarem-se ao Tejo… Que falta de lembrança atirarem-se pra debaixo do metro!… Cruzes :S



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: