h1

batatinha smile (ou o caminho para a felicidade interna)

Julho 29, 2006

Parece que ainda me lembro daquele dia.. parece que foi na semana passada… (Epá se calhar até foi e foi no meet do aniversário do sci-freaks )

Fui à Pizza Hut pedir duas fatias de pizza gordurosa e servido com um sorriso, se bem que o sorriso era da galhofa entre os empregados e havia bastante desprezo para a minha direcção, e aqui nem quero saber porque raio estavam a sorrir ( “Ah e aquela pizza que acábamos de servir que caiu no chão chei o de baratas!! ah ah ah!” é uma hipótese…), mas eis que no meio de tanta indifrença surge uma pergunta calorosa: “Deseja batatas por mais não sei quantos cêntimos?”

É óbvio que batatas fritas, esse tumor da sociedade, destruidor de dietas, é sempre benvindo a qualquer ementa (eu até comia cozido à portuguesa se tivesse batatas fritas!).
Ora, qual não é a minha surpresa quando reparo que as “batatas”, não eram batatas em palito, mas BATATAS SMILE!

batatinha1.jpg

Exemplo de batata smile (neste caso acidentada e com os queixos partidos)

PORQUÊ? PORQUE ME ESTAVAM A OFERECER BATATAS RECHEADAS DE ALEGRIA? O mero pensamento de arrancar à dentada um bocado daquele feliz ser causava-me arrepios, mas agora era tarde demais, já tinha pago o menú!

Foi então que a minha namorada perguntou: “Já alguma vez provaste isso?”

O pior avizinhava-se…

Dirigimo-nos à mesa onde íamos degustar a nossa refeição cheia de massa, queijo e ketchup (não esquecendo a gordura que escorria da dita massa, epá, eu não sou pago pela telepizza, mas as pizzas deles são marginalmente melhores :s), começo a mordiscar a minha pizza, degluti-la, talvez quiçá os meus processos digestivos tivessem começado a sua actuação…

Quando eis senão, corrompido pela duvida de comer as alegres batatinhas e assim acabar a sua mui alegre mas curta vida reparo que algo se passa dentro do seu saco.

 

batatinha2.jpg

Agora já percebemos porque estavam alegres…

Então não é que as vacas das batatas estavam encetadas na mais pura das orgias?(E aqui “mais pura” ganha um significado muito pouco puro ou angelical…)

Afinal a felicidade não era por um prazer inato de servir quem as comia, de fazer com que o seu tracto digestivo regojizasse com o acto de comer estes “simpáticos” tubérculos. Aquilo era batatada de meia-noite e não estamos a falar de porrada!

As mais atrevidas até saíram do saco:

batatinha3.jpg

Sem comentários…

Ora perante esta Sodoma e Gomorra do mundo vegetal, não senti remorsos nenhuns em comer estes pecadores, tal Deus da roda alimentar impondo o respeito a todos os seus constituintes.

Quando era pequeno diziam-me para não brincar com a comida, mas quando a comida brinca com ela própria, a brincadeira cheira mal… (ou pelo menos a óleo retardado)

Conclusão: Foi um belo meet cheio de gente interessante. As batatas não prestavam…

Parvo Na Cadeira assina a sua despedida por ora!

3 comentários

  1. Aff¹² ki tosco =S put”z vê se apresenta coisas descentes uai !;)
    mais tah bom hehe¹²
    beeijOo =*


  2. comprei um pacote de batata smile porem estava totalmente quebrada, esfarelada foi a maior decepção, para os meus filhos,conto com a resposta de voceis.


  3. ola tbm
    que fazem



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: